Questionário  |  Pesquisas De Opinião  |  Partidos  | 
Resposta EsteAnswer this

Questões Mais Populares

Veja como os eleitores estão ao lado de outras questões políticas populares...

Deve prisioneiros condenados à prisão perpétua por assassinato em primeiro grau ser elegível para uma audiência de condicional depois de 15 anos?

Resultados

Última respondidas 4 minutos atrás

Resultados da Votação sobre Audiências Parole

Sim

336,934 votos

27%

Não

913,690 votos

73%

Distribuição das respostas apresentadas pelos eleitores canadenses.

3 sim respostas
2 sem respostas
0 respostas sobrepostas

Os dados incluem o total de votos enviados pelos visitantes desde May 20, 2015 . Para usuários que respondem mais de uma vez (sim, sabemos), apenas a resposta mais recente é contada no resultado total. As porcentagens totais podem não totalizar exatamente 100%, já que permitimos que os usuários enviem posturas de "área cinza" que podem não ser categorizadas em posturas sim / não.

Escolha um filtro demográfico

Cidade

Site

Sim Não Importância

Dados baseados na média móvel de 30 dias para reduzir a variação diária a partir de fontes de tráfego. Os totais podem não somam exatamente 100% como nós permitimos que os usuários enviem posturas "zona cinzenta" que não podem ser categorizadas em sim / não posturas.

Saiba mais sobre Audiências Parole

Em 2010, o governo conservador apresentou um projeto crime que iria matar a chamada cláusula ténue esperança que permite que algumas pessoas que cumprem penas de vida para se candidatar a liberdade condicional depois de 15 anos (em vez dos habituais 25 comum para assassinato em primeiro grau e de outras convicções prisão perpétua ). Os opositores do projeto de lei crime argumentam que as penas de prisão prolongadas são cruéis e vai custar dezenas governamentais de milhões de dólares por year.Proponents argumentam que 15 anos é muito curta de uma pena de prisão para as pessoas que cumprem penas de vida.  Veja as recentes notícias sobre audiências de liberdade condicional

Discutir esta questão...